Mostrando postagens com marcador hamlet. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador hamlet. Mostrar todas as postagens

domingo, 21 de abril de 2024

céu líquido

 


[ ilustração: carlos h carneiro via i.a. ]


na peça "vestido de noiva" (n. rodrigues), a personagem alaíde sofre alucinações em cama de hospital, vê figuras do passado, revive realidades... a criatura de "frankenstein" (shelley) com certeza deve ter sofrido um tanto, antes de abrir os olhos amarelos, na alemanha. há outros aqui, na estante, sofrendo do mesmo mal, como naziazeno (os ratos), luís (angústia), quixote (d. quixote), mersault (o estrangeiro), sidonio rosa (venenos de deus, remédios do diabo) ou mesmo hamlet, que dispensa comentário. tudo povo alucinado. angustiado.
a depressão é a primeira curva na estrada das alucinações, não sei como se viraram esses personagens, porque estão sempre na curva, encostados, uns nos outros, aqui na estante do quarto, um empurra-empurra secular, às minhas costas, agora, enquanto escrevo. não é boa a sensação, quando se tem na estante "a queda da casa de usher" (poe) ou "fantasma de canterville" (wilde)... isso parece não ter fim. mas é só literatura. ou não.

sábado, 25 de março de 2017

qual seu livro ?






qual livro serve pra comer?
que livro você vestiria?
pensei naquela pergunta da ilha, mas está muito gasta... e diz quase nada de quem responde.
continuando.
que livro é desesperador de lindo?
algum livro já te moeu ?
muitas perguntas ...

veja-me !...



sábado, 28 de janeiro de 2017

saúde literária - revista vida simples



[ m bandeira, rio de janeiro ]

a revista vida simples, fevereiro 2017, traz matéria robusta sobre função da literatura, em nossa sociedade. revela que pode salvar vidas. funciona como terapia. mas é preciso remédio tarja preta: os clássicos. não são pra qualquer um. 
é como uma criança tomar remédio em dose para adulto. não vai dar certo. por isso sou frontalmente contra adoção de clássicos mundiais nas escolas, dentro do nível fundamental -- 5o a 9o ano. adaptações infanto-juvenis por vezes mudam até o gênero do texto, como já vi "os lusíadas" em prosa. ou "hamlet" igualmente em prosa, numa linguagem de desenho animado. horror.
escola e professores devem procurar melhor caminho para estímulo da leitura em adolescentes. quem adota clássico repaginado está olhando para os pais e não para os alunos. parece que alta literatura causaria algum impcato na comunidade. bobagem.
mas o texto da revista "vida simples" não trata especificamente deste tema (literatura para jovens), mas me serviu de mote aqui pra eu destilar minha chatice.

os sites das revistas "carta capital" (carta educação) e "nova escola" são um bom começo para quem tem dúvidas a respeito desse tema. é normal ter dúvidas péssimo é quem se acomoda e não faz pergunta.

carta educação - - clica

revista nova escola - leitura digital - clica


domingo, 8 de janeiro de 2017

o que é renascimento





o que é o renascimento?
movimento cultural e científico ocorrido entre os séculos 14 e 16, influenciou gente como camões, shakespeare, michelângelo, clouet e muito mais.

assista para saber mais: