terça-feira, 20 de abril de 2021

mortadela e pão francês: veja novas duplas imperdíveis

 

                                                       [ janus, mito grego ]

receitas sempre com dois ingredientes. arrisque.

vale a pena juntar "guernica" (picasso) e "3 de maio 1808" (goya), também conhecido como "fuzilamento".

também vale a pena misturar "o pensador" (rodin) e "abaporu" (tarsila). o mesmo com iracema (alencar) e bertoleza (o cortiço/azevedo): ambas sofrem horrores nas mãos de um português...
vale a pena emparelhar igreja de são francisco de assis (ouro preto/aleijadinho) com uma caravela... 

é muito bom também combinar "sabiá" (tom & chico) com "canção do exílio" (dias); sempre faz bem unir sebastião salgado ("terra") e "morte e vida severina" (cabral)

melhor ainda é unir "o monstrengo" (pessoa) e "gigante adamastor", lá n'os lusíadas, isso sim. 

nunca esquecer de juntar "bacurau" (dornelles/mendonça) e "a hora e a vez de augusto matraga (rosa). básico.

assim como é bacana separar "amor de perdição" de "romeu e julieta", fica ruim pro português se ficarem juntando os dois. do mesmo jeito nunca misture gregório e caetano. nem precisa explicar, né.

mais que isso, peça a seus alunos que façam suas misturas e recriem os títulos dos livros legais que consumiram. quem sabe, até sai uma outra obra aí, colega. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário