terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

amarElo é plantação de humanidade

 


amarElo - é tudo pra ontem documentário - emicida.

onde : netflix

com o mote "plantar - regar - colher" o ativista e compositor emicida (leandro oliveira) organiza documentário em que revisita história da negritude pelo brasil

cita escravidão, homenageia o samba, o hip hop, figuras importantes como tebas, ruth de souza, donga, lelia gonzalez, racionais, marielle franco, wilson das neves e tantos outros para reforçar ideia de que a união deveria nortear a luta da comunidade preta, no país

o trabalho base está no teatro municipal, com música de emicida. convidados ilustres, majur, pablo vittar dão o tom da diversidade dentro discurso do documentário que sinaliza que não se luta pela metade. se a ideia é falar de excluídos, como os pretos, então havia espaço para comunidade lgbt e trans. 

poesia, história, memória, arte plástica e, principalmente, gente unida, fazem deste  documentário uma necessidade urgente.

temas como gentrificação e ressignificar trajetória dos pretos, no brasil, transcedem o caráter artístico do documentário.

trabalho de emicida precisaria estar na escola. há muito o que fazer quando se está só. mas o lugar comum da união continua rei. 

como já disse poeta belchior : "ano passado eu morri, mas esse ano eu não morro"

Nenhum comentário:

Postar um comentário