quarta-feira, 27 de julho de 2022

masculinidade tóxica

 


milly lacombe deu a letra a respeito do episódio da simulação tosca de pensalidade protagonizada por neymar, neste julho 2022, em um jogo amistoso, contra uma equipe japonesa:

(...) Abel Ferreira recentemente disse que somos ruins em formar homens. Não sabemos mesmo. Embora ele falasse apenas a respeito da classe "jogador de futebol" a verdade é que somos uma sociedade absolutamente fracassada na masculinidade tóxica. Incentivados a não amadurecerem. Incentivados a serem espertos. Incentivados a não levarem desaforo pra casa. A ludibriar, ter vantagem, (...) Abel está certo. Falhamos nesse negócio de formar homens. (...) A boa notícia é que é possível desprogramar esse negócio de masculinidade tóxica. Muitos homens estão nessa aventura. Muitos estão na batalha para se deseducar de padrões limitantes. Muitos estão lendo mulheres, escutando mulheres, estudando mulheres, citando mulheres. E muitos estão sendo bem sucedidos na tarefa. Para sorte de todos os envolvidos.

  [ Milly Lacombe, portal UOL - julho 2022 ]

. . . . . . . . .  .  .  .  .  .  .   .   .

leia mais sobre o tema:

neymar envergonha o futebol brasileiro [ clica ]

neymar simula pênalti  [ clica ]



Nenhum comentário:

Postar um comentário