segunda-feira, 21 de junho de 2021

pecador contrito aos pés de cristo crucificado - gregório de matos

 


PECADOR CONTRITO AOS PÉS DE CRISTO CRUCIFICADO

Ofendi-vos , meu Deus, é bem verdade,
Verdade é, meu Senhor, que hei delinquido,
delinquido vos tenho, e ofendido,
ofendido vos tem minha maldade.
Maldade, que encaminha a vaidade,
Vaidade, que todo me há vencido,
Vencido quero ver-me e arrependido,
Arrependido a tanta enormidade.
Arrependido estou de coração,
De coração vos busco, dai-me abraços,
Abraços, que me rendem vossa luz.
Luz, que claro me mostra a salvação,
A salvação pretendo em tais braços,
Misericórdia, amor, Jesus, Jesus!
GREGÓRIO DE MATOS E GUERRA - séc 17
poeta assume pecados perante cristo e busca salvação pelo arrependimento.
ele -- o eu lírico -- deseja ser acolhido e trata a divindade como uma figura próxima, daí o que se costuma ler dos críticos que o estilo barroco costuma ser uma espécie de mistura de antropocentrismo e teocentrismo.
trata-se de um soneto: 14 versos e com métrica (dez sílabas poéticas por verso)
ao inciar verso com o final do anterior, temos a figura de linguagem conhecida como anadiplose.
SAIBA MAIS

Nenhum comentário:

Postar um comentário