quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

lista de leitura fuvest 2020 com gregório de mattos



confira a nova lista de leitura para os exames de novembro 2019 (primeira fase) e janeiro 2020, da usp - - fuvest



  • Poemas Escolhidos,  Gregório de Matos
  • Quincas Borba,  Machado de Assis
  • Claro Enigma,  Carlos Drummond de Andrade
  • Angústia,  Graciliano Ramos
  • A Relíquia,  Eça de Queirós
  • Mayombe,  Pepetela
  • Sagarana,  Guimarães Rosa
  • O Cortiço, Aluísio Azevedo
  • Minha Vida de Menina, Helena Morley







segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

desempregado tenta vender poesia no semáforo mas não consegue


       professor desempregado tenta recitar poesia no semáforo mas não dá tempo

"dura muito pouco o vermelho", disse ele.

a saga do professor sem emprego em conseguir uns trocados é épica, se permitem redundância.

domingo passado, ele tentou ler "morte do leiteiro", de carlos drummond, mas nunca consegue terminar a leitura. o sinal abre e os carros partem sem lhe entregar uma moeda.

"drummond é perfeito pra esse tipo de situação porque é simplesinho."

"um dia, recebi dois reais antes de começar a leitura", ele conta entre risos.

"é drummond?" perguntou a motorista.

eu disse "é".

ela sacou dois reais da bolsa e:
"por favor, recita não! prefiro cheiro de óleo diesel". aceitei.

numa tarde meio chuvosa arrisquei recitar "navio negreiro", do castro alves. pessoal parecia não entender. alguns suspiravam aliviados quando o sinal abria.

"vou arriscar ana cristina cesar, de repente dá tempo", afirma o professor, já correndo pra um honda civic








sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

o impacto de um livro



                                               o impacto de um livro - jorge blake, méxico

dia desses, me pediram umas ideias de leitura para poderem, os pais, ajudarem filhos que cresciam no hábito de leituras.
pensei, pensei... ia dizer "tranquem as crianças na biblioteca municipal e fujam com a chave". não disse.

daí achei que seria legal de verdade indicar algumas coisas.

                                  

ao invés do impacto de um livro, vão vários impactos. ou vários livros.

a ordem é aleatória, por isso vamos assim:

* newton e sua maçã - poskiit

* conto da ilha desconhecida - saramago

* do amor e outros demônios - garcía márquez

* o conto da aia - atwood

* o guardador de rebanhos - caeiro

olhem, desses cinco, três escolhidos quaisquer serão ótima ajuda para começar a ler e fazer disso um hábito. leituras que geram curiosidade. são legais por isso: obrigam reflexão. e há chance de se divertir, claro.

o que fazer?
criei objetivos para você atingir, para cada um.
quer ver?

para "newton e sua maça" - - fica a encomenda:
 - por que a história da maçã é uma lenda besta?
- newton foi importante porque era matemático? só isso?

para "conto da ilha..."  - -
- por que o homem acaba ganhando um barco?
- a viagem à ilha acontece ? como ?

para "do amor..." - -
- encontre o momento do eclipse... o que acontece com delaura? o que acha que significa?
- por que delaura leu 40 sonetos de garcilaso numa cela de convento? o que acontece depois é culpa da leitura?
- a relação de cayetano e sierva maría também passa pelo platonismo, não é?

para "o conto da aia" - -
- por que o discurso religioso é tão importante no processo de submissão de moças?
- o que é distopia?

para "o guardador..." - -
- no poema oito há narrativa sobre jesus cristo... é típico de um ateu esse discurso? é uma piada? é um louvor?
- no poema 5 o termo "metafísica" significa "filosofia"; "reflexão" e tal
- neste número 5 procure o mistério do mundo

você pode procurar tudo no site "estante virtual"

site estante virtual - livros - clica







quarta-feira, 28 de novembro de 2018

livros para não morrer



"(...) aos que como eu têm no afeto aos livros sua razão de viver peço que espalhem mensagens, que espalhem o desejo de comprar livros (...)"  [ luiz schwarz ]

a ideia de schwarz, neste novembro, é bem-vinda. nada de novidade, mas excelente. ele sugere, via redes sociais, que se presenteie com livros, neste fim de ano. concordo.
nossa população brasileira média tem sido enganada, tripudiada, violentada e morta sob a luz triste da notícias falsas, conceitos trocados de cidadania, ética, história e, principalmente, o individualismo autoritário que desrespeita o outro.

fiz estes vídeos pensando em presentear mesmo, dar dicas de leitura saborosa ou, no mínimo, de assentar noções legais de realidade e aprendizado.

divirtam-se!











sexta-feira, 23 de novembro de 2018

a não-metáfora do iceberg




febre, hemoptise, dispneia e suores noturnos
a vida inteira que poderia ter sido e que não foi 
  [ Bandeira ]



brasileiro, em geral,  embarcou nessa nova plataforma política e elegeu jair, do p.s.l. com uma objetividade de fazer inveja aos kamikazes da segunda guerra mundial.

foi a entrada no titanic: classe média ouvindo música com champagne parcelado em doze vezes. e achando que são elite, rumo ao icberg. no porão, pobres de direita felizes por servirem os botes aos da classe média... muitos deles ainda afirmam que o afundamento é chamado de jesus-amén. 

enquanto isso, parte da esquerda contabiliza o que ganhou com hashtags... teve o "elenão", também "lulalivre", "haddad", "marielle" ... o que, nada nada, foi nada mesmo.
quem se diz de esquerda deve sim propor união de cara limpa. ir às redes sociais com esclarecimentos sobre poder do capital humano, importância da educação, das vacinas etc etc.... fazer trabalho de base.

na política, quando a gente não ocupa um espaço, alguém vai fazê-lo porque voto não se despreza. voto, no brasil, é sim assinar cheque em branco. melhor entregar o seu a alguém de confiança.
o que significa?

fazendo desenho:
eleger e apoiar quem está com a educação livre, com valorização da carteira de trabalho, apoiando diversidade cultural, não aprovando projetos de desmonte da educação superior, muito menos essa história medonha de "escola sem partido". 
e quem faz isso?
não necessariamente partidos de esquerda, mas em sua maioria são eles mesmos que carregam essa bandeira humanitária.
exemplo : partido dos trabalhadores, psol, pc do b e alguns abnegados do pdt ou psb. estes dois últimos, casos isolados porque, no caso do congresso, cada partido tem sua liderança e isso significa que os deputados vão votar o que a liderança indicar.

de novo: o iceberg está visível. a velocidade inalterada. 
saída: pedir a orquestra pra tocar um tango argentino.

. . . . . . . . . . . . . . .  .  .  .  .  .  .  .   .   .   .   .   .   .    .    .

podem ajudar também:








segunda-feira, 12 de novembro de 2018

respostas para sair da caverna




você ainda repete que a venezuela é comunista? que o partido dos trabalhadores é comunista?
e o m.s.t. ? você acha mesmo que é grupo terrorista?

veja estas e outras questões respondidas e esclarecidas definitivamente.

assim você evita ser motivo de chacota, no mundo dos homo sapiens.

vamos, clique pra sair da caverna :


terça-feira, 6 de novembro de 2018

redação enem 2018 - manipulação do comportamento do usuário da internet




a avaliação de produção de texto do enem, novembro de 2018, pediu aos vestibulandos que se posicionasse diante da manipulação de algoritmos que acabam induzindo o internauta a ver notícias e matérias, fotos, que o sistema digital -- fora de seu alcance -- determina.

as fake news crescem nesse meio.

veja como foi e o que poderia ter sido feito:




terça-feira, 30 de outubro de 2018

bolsonarismo convoca estudantes a filmar professores -- veja como se defender





saiu da boca do eleito, neste 2018, que professores devem ter suas aulas filmadas. professor deve ser constrangido e dizer apenas o que seguidores de jair querem. e a gente sabe bem o que se quer: calar a verdade e censurar espírito crítico.
veja o que fazer.

primeiro: ninguém pode filmar aula do professor sem autorização. é crime. se filmar e ainda publicar com críticas -- sem autorização -- é calúnia, passível de pena. é crime.

segundo: em caso de ameaça ou ofensa, registre o episódio, assegure-se de testemunhas, comunique direção da escola e faça boletim de ocorrência. procure ajuda jurídica do sindicato de sua região. e eu aqui lembrando quantos professores e professoras conheci que jogavam -- e ainda jogam -- pedra no sindicato...
voltando: tenha perto de si o telefone do sindicato. evite sair da sala se seu pedido para não filmar não for atendido. algumas instituições de ensino possuem câmeras, na sala, o que facilita essa relação. 

terceiro: se o pedido para não ser filmado não surtir efeito, não saia da sala: peça a que outros alunos chamem alguém da coordenação ou direção. 

quartocaso seu pedido para ser filmado não tenha sido atendido, faça boletim de ocorrência; pior ainda se professor(a) não tenha percebido que foi filmado e teve imagens divulgadas sem autorização. isso é calúnia. crime. 

trocar ideia é a base da relação entre pessoas civilizadas desde as cavernas.
porém, há pessoas que querem simplesmente calar a história, censurar o debate sob argumento de que combater autoritarismo é doutrinação. fascismo, não!

vejam, a tendência é que o discurso sobre criacionismo, versão militarizada para o golpe de 1964 ou mesmo ensino de catolicismo nas escolas, tudo isso volte. é ruim para a humanidade o retrocesso científico e histórico. pior: com respaldo de amadores, sub-coronéis ligados à direita e á criminalização da pobreza, muitos educadores podem se sentir constrangidos sim. 

o espírito crítico diante da sociedade ocidental não para. o próprio sistema vem produzindo tragédias sociais. não entender que fascismo, nazismo, racismo ou homofobia são um mal é atestado de incompetência intelectual e também resvala no crime.
repito : professor, professora, há respaldo para seu trabalho! procure o sindicato de sua região e informe-se. muitos fazem até o atendimento via internet. informe-se. 
cabeça erguida.

professores, educadores, pais e famílias conscientes, leiam :

como se defender a censura em sala de aula - clica


procure também enviar seu depoimento para as seguintes plataformas :

justificando - envie seu depoimento- clica

outras palavras - envie seu depoimento - clica

quatroV - envie seu depoimento - clica

apeoesp -- sindicato de professores do estado de s paulo - clica antes que fechem

sinpro - sindicato professores rede particular s paulo - clica




segunda-feira, 29 de outubro de 2018

acovardados ainda culpam partido dos trabalhadores pela derrota em 2018



leio em mino carta ("carta capital" 29/10/2019) que o sacrifício de lula, hoje, é inútil; que não houve aceno a ciro gomes, que fernando haddad isso e aquilo. cita norberto bobbio que, por sinal, conheço. bobbio, aliás, exímio pensador e muro de resistência ao fascismo de mussolini,lá no meio do século 20. ética é sua base de trabalho, além, claro, dos direitos individuais. voltando às chicotadas no partido dos trabalhadores. por que é o p.t. quem deveria sempre liderar movimentos de resistência e ser coerente? para governar um país repleto de coronéis e fascistoides, é necessário negociar com o centro e conservadores...  e num país onde vale a fake news e a repressão. e por que só o p.t. deveria ser a resistência e servir, de bandeja, todas chances de se enfrentar, mano a mano, esse império de insensatez e miséria intelectual? tenho profundo respeito a mino carta pois, inclusive, permite movimentos como este: discordar dele. é preciso sim responsabilizar quem se disse democrata e ficou na varanda coberta ouvindo as batidas de panela, em 2016, é preciso responsabilizar quem se diz democrata e foi atrás de um ciro gomes nada pragmático e aprendiz de caudilho e, hoje, não faz mea culpa... ciro foi incapaz de fazer aceno formal a haddad, dois dias atrás e cuspiu nos votos que recebeu simplesmente porque  partido preferiu manuela a um político ligado ao "dem" de maia e que apoiava o partido de bolsonaro em alguns estados... não faz mea culpa hoje porque em anos anteriores fez a mesma coisa, preferindo marina, aécio, covas ou mesmo quércia a uma ideia de apelo social quase sempre deixando à deriva lideranças petistas que tinham de, sozinhas, ceder às pressões de sarney, renan calheiros, cunha ou mesmo temer para manter, por exemplo, a petrobrás como empresa nacional, não aumentar o judiciário, retirar icms de produtos de consumo à classe média, baixar taxa de juros, resistir ao desmatamento da amazônia, enfim... todo esse esforço é inútil diante da direita golpista, mas é pior quando se olha em volta e percebe-se que na sua trincheira há quem apenas jogue pedra dizendo que faltou isso, faltou aquilo, culpa do petê, culpa do lula... cansa. o partido -- como qualquer outra entidade social e política -- traz erros e acertos, mas faltou mesmo, de verdade, quem assumisse caminhar com ele e agregar mais ideais sociais do que simplesmente virar o rosto e votar em marina em 2010 ou em ciro em 2018. e os 40 milhões de votos perdidos, no domingo 28 de outubro? entre nulos, brancos e abstenções o número passa de 40. já a diferença entre os presidenciáveis foi em torno de 10. dez. entende o que é pôr a mão na massa? muito se perdeu porque o partido que, hoje, poderia ter batido os fascistas foi abandonado por pura covardia e individualismo.


domingo, 28 de outubro de 2018

brasil vota e escolhe contra a humanidade





eu não estou de luto!
votei pela democracia. perdi. 
perdi mas não queria estar do lado quem me venceu. perdi, porque, 28 de outubro, 2018, país quis eleger o discurso contra negros, homossexuais, trans, índios, mulheres e, principalmente, professores, alvo dos covardes que sabem de onde vem o espírito crítico e a verdade... brasileiro elegeu discurso nazi-fascista e o pior dos mundos é o que está por vir: os seguidores do eleito estão autorizados a hostilizar, bater e matar, como já vêm fazendo desde 2017 ... tenho vergonha dessa história porque humanidade perde.
houve que usou argumento social, moral, cidadão, mas teve sua pele marcada a pontapé, cabeça esfacelada, túmulo... houve quem quisesse o diálogo, mas muita gente escolheu a cegueira.
há também os covardes. não são cem por cento, mas mais da metade é. como aquela gente que, no fundo do barco, vê um furo na parte lá da frente e nada faz por não ser daquele setor... basta olhar os números, hoje: entre votos nulos, brancos e abstenções, chega-se a mais de 40 milhões de pessoas ... a diferença entre os dois presidenciáveis não passa de 10 milhões .... a campanha pela banalização da vida política deu certo....e a confortável omissão de muita gente vai expondo esse cenário de terror ... só pra lembrar: nos outros xis governos anteriores não houve promessa de varrer oposição nem matar donos de ideias contrárias.... 
e eu não estou de luto! 
estou e estarei sempre defendendo humanidade e cidadania!


quarta-feira, 24 de outubro de 2018

candidato das fake news desperta a repulsa de imprensa estrangeira



excelente depoimento! vale a pena! sem ódio, sem ameaça, com argumento!
parabéns!








o brasil que se quer é o da democracia e respeito às diferenças




eu ainda acredito no bom senso, no espírito democrático, no esvaziamento da violência.
ainda acredito.
fico mesmo espantado com o ressurgir de um discurso vazio, quase risível, sobre "comunismo", como se estivéssemos na guerra fria...
olhem, foram mais de dez anos de governo lula e não nos transformamos num país comunista. pelo contrário! houve controle de inflação, criação de universidades, valorização do enem e do prouni, nunca os bancos ganharam tanto como no governo lula.
por que esse discurso de ódio? por que essa fala desconjuntada sobre "comunismo"? 
é mentira. e esse jogo sabe-se bem como nasceu.... na criminalização da pobreza, lá na década de 1990, desde eldorado de carajás, passando pela candelária e acari. sim, as chacinas. teve o carandiru, genocídio. havia o nascimento daqueles programas de polícia e bandido, sempre na periferia, marcando com destreza onde seria o lugar do bandido. até hoje esses programas existem. dá vontade de vomitar. 
mas eu ainda acredito no senso de realidade. 
falta sim parte da imprensa assumir um discurso cidadão condenando o que se vem presenciando, nesses últimos meses, com estupro, espancamento e morte de quem valoriza em bom som a democracia e o não ao fascismo. gente democrata está sendo perseguida e morta. foi assim como moa, marielle e tantos outros que hoje estão anônimos, traumatizados. o discurso do fascista é varrer opositores. um deles, eu, com certeza. eu não desejo que gente como jair suma, porque nasci aqui, luto pelo direito ao voto e aos planos sociais que, diga-se, este candidato tanto odeia.
por favor. se você que me lê ainda está em dúvida, evite o fascismo. evite a apologia ao estupro, a violência contra mulheres, homossexuais, negros etc etc.... 
essas eleições precisam servir para que o país seja regido pelo direito á democracia e não à tortura e a ridicularização de quem é progressista, democrata.

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

golpe de 2016 vai cobrando sua fatura: extremismo e fim dos direitos





desde a eleição do primeiro governo lula, claramente de apelo popular, a direita brasileira percebeu que poderia perder vantagens, benefícios, lucros e até a liberdade. a operação "lava-jato" também sustentada pelo governo dilma rousseff (2010-16) iria chegar até o alto comando da política conservadora, atingindo, principalmente, o pmdb (hoje mdb). 

fazer uma grande acordo era necessário... pular o povo. comprar duas centenas de deputados era mais fácil que milhões de brasileiros. comprar duas dezenas de figuras do judiciário era mais fácil que pedir para lula não ser candidato. 
e mais: comprar a mídia. verbas de publicidade triplicaram pós-golpe de 2016. vendeu-se uma ideia de que o problema era o partido dos trabalhadores quando justamente o que partido vinha fazendo era o contrário.

relembrando. primeiro: pedaladas fiscais atribuídas a dilma não eram suficientes para apeá-la do poder. outros governantes haviam feito. e a movimentação financeira, chamada "pedalada" não era para benefício próprio. é só pesquisar. 
segundo: qual o crime de lula? vou perguntar de novo: qual o crime de lula? 
na verdade, é bem difícil desfazer a tragédia criada por moro e temer. pra muita gente, se lula está preso, é porque houve corrupção. não houve, sabe-se bem disso. a questão era tirá-lo da disputa.

claro está que essa trama toda (golpe, prisão de lula etc) não se fez para devolver a presidência a um governante progressista... muito menos do pt.
e há chances de que todos percam. todos esses golpistas, nazistas, inocentes úteis e inúteis que mancomunaram com a direita. sim, há chance de que a coligação pt-pc do b vença as eleições. 

muita gente acreditou que votar em collor era dar recado ao congresso, lá em 1989. deu no que deu. depois foi a eleição de tiririca. também assim com dória. e agora com esse nazista anti-humanidade jair. votar no anti-político para castigar o congresso -- em parte corrupto -- não é o caminho. pune-se a si mesmo, ao invés do congresso. não é assim. 
as campanhas difamatórias perpetradas pela imprensa vendida, assim como paradoxais campanhas pelo nazista nascidas dentro de templos religiosos (católicos e evangélicos) dão o tom de como nosso sistema educativo é raso como um pires. furado. e não desqualifico apenas escolas, mas clubes, templos, plataformas digitais, tudo.
deveria ter acontecido mais luta, no passado recente. fortalecer a democracia lá atrás, combatendo a estupidez da "escola sem partido"; a necessidade de se valorizar a mulher e sua escolha diante de gravidez indesejada; promover mais debates sobre arte; repudiar o fascismo no seu nascedouro; desqualificar o ódio à comunidade lgbt; ter votado em mais candidatos progressistas para o legislativo ... se assim fosse, por exemplo, marielle não teria ido sozinha fiscalizar a aberração que é a intervenção militar nos morros do rio de janeiro.
a luta continua. eu ainda acredito no bom senso.
fascismo não.


sábado, 6 de outubro de 2018

listas de leitura obrigatórias para vestibular: sim ou não?





você estudante, professor, leigo, enfim, que se envolve com ensino médio ou cursos pré-vestibulares, o que pensa das listas de leitura? são necessárias? são tendenciosas?

assista a fala do professor fabio blanc


sexta-feira, 5 de outubro de 2018

fake news prejudicam democracia




fake news -- notícias falsas

prejuízo à democracia
elas existem para que se desacredite em uma pessoa, uma ideia.

prepare-se para as eleições e ao resto da vida

fascismo não!




quarta-feira, 3 de outubro de 2018

senso de humanidade deve prevalecer nas eleições de 2018


                                                   
a escalada do conservadorismo baseado na ignorância histórica e repulsa às verdades cotidianas é uma doença. algo nascido na ausência do estado e suas ferramentas de civilidade básicas que vão desde o saneamento em muitas regiões até desenvolvimento de pesquisa científica através do apoio às universidades públicas.
e não me venham falar que o presidente xis ou a presidenta y são culpados únicos por isso. saneamento é obra das prefeituras, assim como coleta de lixo. não existe funcionário federal de limpeza. nem professor federal de sexto ano do fundamental. existem escolas federais, mas são pouquíssimas. educação básica é função do estado. a distribuição financeira advinda de impostos nunca foi tão grande como nos primeiros quinze anos do século 21. entre 2003 e 2014, 14 universidades foram criadas.  mas claro, toda a desgraça e ignorância de fascistas de hoje vai ser colocada nas responsabilidades de lula e dilma, caso o nazi-fascista jair avance rumo ao planalto. no governo juscelino foram 10. na era fernando henrique foram 2.
o discurso bizarro de jair assusta quem valoriza democracia e a humanidade. alastrou-se até no meio religioso. muitos evangélicos e católicos abraçam os grunhidos de jair sem se dar importância ao fato de que nele, o discurso prega morte, homofobia, racismo. não me espanto quanto à postura de boa parte das igrejas, por aqui. a católica, por exemplo, achava normal a escravidão. assim como achava comum mulher não votar, até meados da década de 1930.
o interesse dos cleros -- via tv, rádio ou internet -- é manter a submissão de seu rebanho debaixo do medo do inferno e sustentado pelo dízimo sempre caro. e ainda há quem realmente abrace a campanha deste limitado intelectual fascista jair. por quê? de novo: mitos não existem. existem sacerdotes que falam em nome dessas figuras da literatura mítica. falam e, em geral, ameaçam seus fiéis que veem na igreja um respaldo para suas covardias. as suas e as dos sacerdotes. já disse professor leandro karnal: "o medo atrai mais pessoas às igrejas que o amor".
sim, estou sim responsabilizando parte de nosso clero (evangélicos, católicos e afins) por essa ascensão da ignorância que vai desde a recusa em vacinação até o ridículo da interferência na constituição obliterando a questão da interrupção da gravidez. sem falar da tal "terra plana". é de envergonhar. que sejam conservadores e limitados intelectualmente, mas dentro de seus templos.
e há os educadores. sim, muitos se omitiram, desde os episódios de junho 2013 até agora. não promoveram debates, não levantaram questões sobre liberdade. e tome ascensão do m.b.l. e a imbecilidade da "escola sem partido". outros até panela bateram. outros ainda viram nos holofotes a jair a chance de dar vazão ao racismo e machismo inerentes à história de nossa casa grande.
nesta semana de eleição presidencial e também legislativa, ouço de muitos que, por exemplo, ciro gomes poderia vencer jair, num eventual segundo turno. em que pese a ascensão da candidatura petista só crescer nas últimas quatro semanas que antecedem o pleito. pergunto: por que isso, agora? por que estes centristas-ciristas não fizeram campanha por ele, lá atrás, desde 2016? por que só petistas aguentaram o tranco do golpe e da prisão sem provas de lula? muita gente supostamente progressista se calou diante desses episódios... hoje, início de outubro, com ciro ou geraldo sem chance alguma de segundo turno, essa gente chora leite derramado e clama por voto útil. uma tristeza. espero que sobre bom senso, no segundo turno e o anti-petismo implantado pela imprensa comprada por temer se esfarele diante da necessária democracia, dentro do brasil. fascismo não.

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

democracia, por favor! - eleições 2018





votar em jair bolsonaro não é questão de opinião política. transcende o básico da humanidade, resvala no crime.
este cidadão deu "licença para matar" a policiais militares; fez série de afirmações racistas e homofóbicas desde que se conhece por gente. era para ficar nas bordas do esquecimento. foi trazido à tona por parte da imprensa -- como já bem disse o jornalista eduardo castro -- que via em seu discurso fraco intelectualmente uma fonte de humor e alguma audiência para suas redes.
bolsonaro planeja um golpe, dado o seu vice (militar) e seu discurso bem picareta sobre urnas.


celso rocha de barros, hoje, 17 de setembro 2018, disse :
Bolsonaro defendeu a ampliação do número de membros do Supremo Tribunal Federal, o que é a página 2 do manual do ditador. Chávez fez, a ditadura militar fez, todo ditador faz. Afinal, a Constituição é o que o Supremo disser que é: se você encher o Supremo de puxa-sacos, a Constituição passa a ser o que você quiser. Daí em diante, você é ditador.Bolsonaro escolheu como companheiro de chapa Hamilton Mourão. Em entrevista recente à GloboNews, Mourão defendeu que o presidente da República (qualquer presidente? Um eventual presidente Boulos?) tem o direito de dar um auto golpe que há uma situação de anarquia. (...)
se você é contra a democracia, valoriza o crime, vá em frente. se eleito, pode ser a última vez que você exercitou votação, na vida.
o congresso nacional precisa renovação. e não será o mimimi "não-voto-em-ninguém" que resolve. faz três, quatro eleições que o índice de abstenção é alto, mas malafaia está lá, carlos sampaio, bolsonaro, tiririca foi eleito, eduardo cunha foi eleito, assim como geddel ou mesmo paulo maluf (sim, ele mesmo). 
insisto: partidos vencem eleições e não pessoas. o sistema elege partidos através de pessoas. então veja onde está seu candidato. 
vou escancarar a situação : pc do b (60) , pt (13) e psol (50) são humanistas, votaram contra o golpe de 2016, contra venda do pré-sal, estão apoiando a liberdade de escolha para mulher na questão da interrupção da gravidez, são contra porte de armas, contra essa imbecilidade que é "escola sem partido" etc etc etc...
não vejo outra saída. é preciso retirar do congresso essa bancada da bala, evangélica e de coronéis que apoiam agrotóxicos, armamento, intervenção militar ou ditadura. 


terça-feira, 11 de setembro de 2018

o gato preto - edgar allan poe - resumo





o narrador em primeira pessoa, neste conto de terror, revela que gosta de animais.
ele vai ter uma relação específica, emotiva, bipolar, com seu gato preto... o preferido.
vai ver também...

forca
machadada na cabeça
parede falsa
sangue

muita coisa...

conheça toda a história e também a casa do escritor, na pensilvânia

agora!

assista-nos! eu e edson capellato jr


quarta-feira, 5 de setembro de 2018

quinta da boa vista - rio de janeiro 2018 e o futuro






estive na quinta da boa vista, rio de janeiro, em 2018. era maio. fiz visita, filmei, editei ... publiquei.
em setembro, tudo veio abaixo, queimado, tornado pó.

o vídeo está abaixo, aqui, pode clicar e ver.

a vida, já sabe, minada e entristecida.

individualismo, preguiça, desconhecimento histórico, escolas que não propõem atividade interdisciplinar, governos que não fiscalizam seus órgãos de ação -- quer seja defesa civil ou bombeiros... -- governos que não ouvem a grita de administradores de museus, teatros, casas de cultura...
muita gente tem dito que a culpa é de todos pela tragédia no museu nacional carioca.
não queria, mas vou concordar.
o que você fez, no dia da eleição passada? foi à praia achando que estava dando um grande recado ao congresso? votou nulo porque "político só rouba"? oi?

se a casa de vereadores e deputados tivesse mais gente comprometida com cidadania, arte, escolas, marielle franco não teria estado sozinha, naquela história.

se a casa de deputados federais tivesse mais gente comprometida com democracia, cidadania, humanidade, não teria havido golpe, em 2016.

se a casa de deputados, senadores tivesse mais gente comprometida com causas sociais, de verdade, menos mulheres mortas por aborto clandestino teríamos...

veja como foi a votação, em brasília, sobre pré-sal, sobre reforma trabalhista, agrotóxicos... só pra ficar em três. são esses partidos que votaram contra  isso, defendendo país, merecem no mínimo respeito. de repente, reeleição.

de novo: não dá pra votar nessa canalhice que é a direita, não dá!
mais gente comprometida significa psol (50), pt (13), pc do b (60) e um ou outro ligado ao pdt, mas depende do estado. é ruim mesmo que pautas sociais só estejam com esses partidos... ruim. mas é o que tem.  de novo: não dá pra insistir em bancada da bala, evangélica, do rei da soja, do banqueiro, não dá. chega. por favor.




quarta-feira, 29 de agosto de 2018

senhora - josé de alencar - resumo




romance romântico
porém, já aponta para o realismo


  • casamento por dinheiro
  • idealização da amada
  • cenário burguês e aristocrático
  • narrativa lenta
  • aspecto de conto de fadas
atenção:

- aurélia se sente traída por fernando que a abandona por outra mais rica
- aurélia -- a tal "senhora" do livro, resolve vingar-se

saber mais?

assista-me!

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

perguntas & respostas #2 - vidas secas


VIDAS SECAS
graciliano ramos


por que as crianças, filha de vitória e fabiano, não têm nome?
como identificar a necessidade de reforma agrária, no país, pela história de fabiano?

essas e outras perguntas, no vídeo abaixo!

assista-me!


quarta-feira, 15 de agosto de 2018

perguntas & respostas #1 - quarto de despejo





depois do vídeo sobre "quarto de despejo" - diário de uma favelada - sai agora outro com proposta de estudo: exercícios!

da série "perguntas & respostas" envolve o gênero diário, questão da negritude e contexto histórico do livro

assista e veja se consegue responder aprenda mais!
[ ao final do vídeo, as respostas ]







quarta-feira, 8 de agosto de 2018

aula expositiva o tempo todo é desperdício




é comum, na área do ensino, aqui pelo meu mundo, o desconforto da clientela com determinado professor, professora. muitas das vezes a culpa é do próprio aluno, porque quem tem a última palavra é sempre o adulto da relação, pelo menos como pede  a carteira de identidade.
quando alunos se dispersam ou vão mal nas avaliações (que muita gente insiste em chamar de prova) a culpa é do aluno, geralmente.
olhem, se a maioria, na sala, usa de artifícios para fugir da aula, mesmo de corpo presente, há algo errado sim com a aula e os métodos de quem a ministra. se a maioria vai mal numa avaliação, é preciso considerar umas tantas variáveis para se achar a causa, como : não se reforçou a data do evento; as questões tratadas na avaliação foram retiradas de manuais de vestibular (nada de própria autoria); professor(a) não explicou como estudar o conteúdo; professor(a) nunca fez ou propôs tarefas condizentes com os objetivos das aulas ou a emília, do sítio, embaralhou as perguntas e todo mundo ficou confuso.

insisto: melhorar a relação professor-aluno implica diretamente em rendimentos melhores, não só na sala de aula como nas avaliações -- caso elas se mostrem coerentes, diga-se.
não falo de relações subjetivas, pessoais, como ir ao churrasco da galera, jogar vôlei no intervalo ou dar carona aos alunos em dia de chuva. é a relação dentro da sala, em linguagem de dia-de-semana, perguntando, chamando atenção, mantendo a plateia unida a seu conteúdo.
é difícil? talvez, quando a maioria dos professores, professoras, ignora os alunos e dá aula independente da postura deles... muitos usam da avaliação seguinte como arma para ameaçar seu público, afirmando que o assunto é conteúdo de avaliação, como se isso mudasse a situação dos imigrantes sírios ou a gravidade em saturno.
se o professor, professora não sabe como lidar com essa relação, é preciso dividir com colegas, fazer reunião de professores e não com professores.  pedir ajuda à coordenação, cobrar mais proximidade com departamento pedagógico, mas não vale desistir do aluno. por favor.

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

frankenstein é ficção científica





mary shelley.
1818.
europa.

romance byronista; gótico; filosófico e dinâmico.

frankenstein
[ moderno prometeu ]

saiba mais, na conversa literária abaixo!



sexta-feira, 27 de julho de 2018

carta de lula a blogueiros progressistas




preso sem provas, o ex-presidente aguarda momento de poder participar das eleições deste ano. possui liderança folgada, em que pesem as fake news e as omissões, dentro da maior parte da imprensa privada.

lula enviou uma carta aos blogueiros progressistas e reproduzo trechos:

(...)
Tenho sobrevivido a isso que encaro como uma provação, graças à boa memória, à solidariedade e ao carinho do povo brasileiro em geral.
Dentre as muitas manifestações de solidariedade, quero agradecer o espírito de luta dos homens e mulheres que fazem do jornalismo independente na internet uma trincheira de debate e verdade.

Desde que deixei a Presidência, com 87% de aprovação popular, a maior da história deste país, tenho sido vítima de uma campanha de difamação também sem paralelo na nossa história.
Trata-se, sabemos todos, da tentativa de apagar da memória do povo brasileiro a ideia de que é possível governar para todos, cuidando com especial carinho de quem mais precisa, e fazer o Brasil crescer, combatendo sem tréguas as desigualdades sociais e regionais históricas. (...) a imprensa independente é perseguida por setores do judiciário, por meio de sentenças arbitrárias, como vem ocorrendo com tantos blogueiros, que não têm meios materiais de defesa. Enfrentam toda sorte de perseguições: tentativa de censura prévia, conduções coercitivas e condenações milionárias, entre outras formas de violência institucional.

E agora, numa investida mais sofisticada – mas não menos violenta – agências de “checagem” controladas pelos grandes grupos de imprensa “carimbam” as notícias independentes como “Fake News”, e dessa forma bloqueiam sua presença nas redes sociais. O nome disso é censura.
Alguns desses homens e mulheres que pagam um alto preço por sua luta são jornalistas veteranos, com passagens brilhantes pela grande imprensa de outrora, outros sem qualquer vínculo anterior com o jornalismo, mas todos movidos por aquela que deveria ser a razão de existir da profissão: a busca pela verdade, a informação baseada em fatos e não em invencionices. (...)

. . . . . . . . . . . . . . . . . . .  .  .  .  .  .  .  .  .   .   .   .   .    .    .     .


para que haja coerência e justiça no processo eleitoral, é necessário lula livre!



quarta-feira, 25 de julho de 2018

25 de julho - dia do escritor




sim, dia 25 de julho é dia do escritor. em 1960, após sucesso do primeiro festival do escritor, o ministro da educação pedro paulo penido instituiu o dia para homenagear pessoas das letras.
adivinhem quem era o vice-presidente da união nacional dos escritores? sim, jorge amado. arroz de festa. enfim, paciência.
dito isto, segue a lista.

os melhores escritores do brasil, segundo critério meu.

se não concorda, faça a sua lista, crie seu blog, seu canal, toque um clarim e erga-se um pendão.
aqui, vai a minha lista


10. graciliano ramos
[regional e universal: escrevia pra mudar as coisas ]

9. joão cabral de melo neto
[ lírico e racional; popular e erudito ]

8. raduan nassar
[ sintético e poético e quase musical ]

7. vieira 
[ filosófico e sarcástico ]

6. clarice lispector
[ densidade e arrebatamento ]

5. paulo emílio salles gomes
[ em um livro só, "três mulheres de três pppês", ficou eterno ]

4. gonçalves dias
[ elaborou e executou projeto literário em versos]

3. carolina de jesus
[ visceral e irônica]

2. machado de assis
[ universal e divertidíssimo ]

1. guimarães rosa
[ reiventou a linguagem ]

* clarice era ucraniana, mas escreveu tudo em português
** vieira era português mas boa parte de sua obra se insere na realidade nacional

curtiu?
divulga!!

não curtiu ?!
divulga pras falsiane e pruzinimigo

sexta-feira, 20 de julho de 2018

interação constante permite aula mais produtiva


quando o assunto é sala de aula, no brasil, sabe-se que há muita gente que se arrepia. incluindo professores. não vou posar de olimpo e ditar regras de sucesso nesse campo. mas, por estar nele desde 1986, dá pra sugerir algumas coisas

1. disciplina
pedir ajuda ao centro pedagógico ou orientação quando perceber dispersão ou desmotivação; dividir a inquietação com colegas e, necessariamente, mudar a estratégia de aula
sugestão: o foco deve ser o aluno, mais do que aquilo que se está tratando; aula-palestra não produz, necessariamente, aprendizado; questione seus alunos a cada momento da aula, pergunte o que acham, se estão entendendo, se estão com material sobre as mesas etc etc...

um dos motivos da desmotivação e dispersão é a aula ruim, isso é fato. não exite aula interessante por si só. é preciso conquistar isso, ao invés de demonizar a família, o fato da aula acontecer no fim da tarde ou a culpa é das estrelas. professor precisa sim encarar seus alunos e colocá-los como agentes, em qualquer que seja o tema da aula, pode ser números complexos, império romano, semana de arte moderna ou reprodução dos anfíbios. o professor precisa manter essa ligação com os alunos o tempo todo. pedir que escrevam algo também ajuda. pode ser a partir de um exercício do material didático ou simplesmente o professor(a) pede uma síntese do que foi vivido, na aula.

IMPORTANTE : muitos professores reclamam que os jovens não são mais os mesmos, que as famílias não são mais as mesmas e ainda sentem, estes professores, saudades de um aluno que nunca tiveram: sério, dedicado, submisso e, nem sempre, emitindo uma pergunta. uma catástrofe. muita gente sabe que o par ensino / aprendizagem é mesmo para funcionar numa via de mão dupla. daí a questão: como o professor age para que alguma relação exista, em sala? berra por silêncio? ameaça? continua falando apenas para os interessados (reforçando a seleção de quem ganhará nota e quem ficará no breu do desconhecimento)? usa de seu poder e autoridade e expulsa alunos de sala?
insisto: interagir, questionar, aguçar curiosidade. o tempo todo.











2. avaliação
perrenoud  (2000): “certas aprendizagens só ocorrem graças a interações sociais, seja porque se visa ao desenvolvimento de competências de comunicação ou coordenação, seja porque a interação é indispensável para provocar aprendizagens que passem por conflitos cognitivos ou formas de cooperação”

esta lista de ações é também do sociólogo perrenoud:

a. organizar e dirigir situações de aprendizagem; 
b. administrar a progressão das aprendizagens; 
c. conceber e fazer evoluir os dispositivos de diferenciação; 
d. envolver os alunos em suas aprendizagens e em seu trabalho; 
e. trabalhar em equipe; 
f. participar da administração da escola; 
g. informar e envolver os pais; 
h. utilizar novas tecnologias; 
i. enfrentar os deveres e os dilemas éticos da profissão; 
j. administrar sua própria formação contínua.

uma boa avaliação não deve se comportar como um exame que, no mínimo, elimina, ceifa os feitos do estudante até aquele ponto... de novo: avaliação mede. exame excluí, como naquele de motorista ou concurso vestibular.
pedir a refacção de avaliações é importante, porque aí a prova começa, de fato: na devolutiva. corrigir a avaliação, comentar etc.

olhem, numa avaliação dissertativa, é impossível ser coerente quando se tem cinco perguntas com o mesmo peso para cada questão. para se atingir nota 10, digamos, o professor(a) elege, para cada questão, dois pontos. como assim?
se tenho perguntas sobre o livro "iracema", por exemplo, veja que não se deve considerar de igual peso (dificuldade/profundidade) essas duas abaixo:

Icomo foi a relação entre martim e iracema, ao longo da narrativa? dê exemplo.
II. caracterize o tipo de narrador e sua linguagem.

claro está que a questão I requer mais conteúdo para se alcançar resposta ótima quando comparada á questão 2. é de se esperar, portanto, que as questões não tenham validade igual.

o mesmo para uma questão sobre reconhecer tal figura de linguagem numa tirinha e, na mesma avaliação, uma questão sobre diferenças entre linguagens dos personagens (variação linguística) da tira.
é muito cômodo fazer dez questões, numa avaliação e delimitar um ponto para cada uma. cômodo e trágico. se o professor não sabe resolver essa equação ligada ao peso das notas, deve pedir ajuda aos pares, à coordenação... e, claro, cabe ás instâncias superiores supervisionar essas posturas durante o processo avaliativo. isso vale para português, biologia, línguas, tudo, qualquer tema. tudo.

deixo alguns vídeos relacionados à educação e leitura. de repente, ajudam!